Fundações – Parte 02

Fundações Superficiais ( rasas ou diretas ) – parte 01

Dando sequencia ao assunto de fundações, nesse post serão abordados a primeira parte sobre Fundações Superficiais.

Na NBR 6122 as fundações superficiais são definidas como elementos de fundação em que a carga é transmitida para o terreno, principalmente, pelas pressões distribuídas sob a base da fundação. Além disso, esse elemento possui profundidade de assentamento em relação ao terreno inferior a duas vezes a menor dimensão da fundação e essa menor dimensão não pode ser inferior a 60 cm. A NBR 6122 define ainda que quando a fundação rasa for realizada próxima a divisa com terrenos vizinhos, a profundidade do elemento não pode ser menor do que 1,5 m, salvo quando for assente sobre rocha.

[…]

Fundações – Parte 01

O que são Fundações?

Fundações são elementos que têm por finalidade transmitir as cargas de uma edificação para as camadas resistentes do solo sem provocar ruptura do terreno de fundação.

Comumente chamadas de alicerce. A escolha do tipo de fundação a ser utilizado em uma edificação será em função da intensidade da carga e da profundidade da camada resistente do solo.

Com base nessas duas informações, escolhe-se a opção que for mais barata, que tenha um prazo de execução menor e que atenda todas as normas de segurança.

A norma NBR 6122/1996 aponta que condições básicas devem ser observadas no projeto e execução de fundações de edifícios, pontes e demais estruturas

A imagem abaixo exemplifica de forma rápida algum dos tipos mais comumente utilizados.

[…]

Classificação dos Solos segundo o tamanho dos Grãos

Solos, vem do latim “solum”, que significa superfície do chão. São formados pela decomposição das rochas e sua evolução depende do clima, da rocha de origem, do relevo, do tempo e até mesmo dos micro-organismos.

O tamanho das partículas é uma das características do solo. Cada solo é constituído por uma variedade de partículas com diferentes tamanhos, formas e composição mineralógica. A ABNT estabelece faixas de graduação para diferenciar as frações de solo. Observe a tabela a seguir.

[…]

Resistência dos Materiais

A Resistência dos Materiais é muito importante para a formação dos engenheiros. Seus métodos são necessários aos projetistas de estruturas marítimas, aos engenheiros civis e aos arquitetos no projeto de pontes e edifícios, aos engenheiros mecânicos e químicos para o projeto de mecanismos e de reservatórios sob pressão, aos metalúrgicos, aos eletricistas, etc.

Em todas as construções de engenharia, as partes de uma estrutura devem ser devidamente proporcionadas para resistir às cargas que agem sobre elas. Como exemplo podem-se citar: as paredes de um reservatório sob pressão devem resistir à pressão interna; as lajes de piso de um edifício devem suportar o seu peso próprio e a devida sobrecarga; o eixo de uma máquina deve ter dimensões adequadas para transmitir o momento de torção especificado; a asa de um avião deve suportar com segurança as cargas aerodinâmicas que agem sobre ela durante o vôo ou na aterrissagem. […]