Skip to content

Como “se formar” um Calculista?

É notório que durante a graduação, principalmente no início do curso, o universitário tenha dúvidas sobre a “área” que irá seguir após a conclusão de seu curso. Grande parte dos ingressos nas universidades têm como objetivo inicial trabalhar com algo relacionado à construção civil. No entanto, vale ressaltar que esse objetivo muda no decorrer do curso, uma vez que o Engenheiro Civil pode atuar em muitas “áreas”, por exemplo, trabalhar com o cálculo de estruturas.

 

O que faz  um Engenheiro Calculista?

Um Calculista é responsável pelo setor de cálculo nas estruturas das construções, tais como as reações, os esforços e as deformações e, após, calcular e dimensionar as peças necessárias para suportar esses esforços sem grandes danos, comprometendo assim sua utilização.

Como ser um Engenheiro Calculista?

Para se “formar” um Calculista é necessário que você esteja atento às matérias que se referem à Estruturas no decorrer da Graduação, tais como: Mecânica dos Sólidos, Estática das Estruturas, Resistências dos Materiais, Hiperestática dentre outras.

O que essa área exige?

Esta área exige um pouco, ou muito, dos profissionais por se tratar de uma área delicada, em que os erros devem ser quase nulos. É uma área que exige um esforço maior e uma dedicação extra. Os profissionais que optam por essa área costumam levá-la para toda sua carreira profissional, mostrando que, às vezes, a prática pode facilitar este segmento.

Sobre o Calculista, Niemeyer declarou:

“… Quando o engenheiro especializado em cálculos atualiza seus conhecimentos profissionais, quando está a par de todos os avanços da técnica da construção, quando ele abandona as regras e as normas limitativas para especular somente sobre os problemas colocados pelo concreto armado, porque descobriu que é a melhor maneira de evoluir…”

Fonte:  civilizacaoengenheira.wordpress.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *